12.4.05

Vinicius de Moraes

Vinicius disse um dia:

"Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida... mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro... embora não declare e não os procure sempre."


Revejo-me na essência de cada palavra que transcrevi aqui...
Também eu sei, e sinto, que vos adoro!
Todos os dias agradeço a algo maior que eu por vos ter... e a vocês por me aturarem!

5 comentários:

Lana disse...

Grande frase...concordo totalmente

Vera Cymbron disse...

O Vinicius realmente tem coisas fantásticas!
Jinhos

Mikado disse...

Não sei se deva escrever algo, não sei se me incluis neste "vocês" mas mesmo assim faço-me de convidada e entro, sento-me no sofá, agarro a tua mão e sussuro-te ao ouvido: "Podes sempre contar comigo, embora sei que duvides disso!".
Bjs
Todos

Susana disse...

Eu tb gosto muito de ti, meu lindo. Apesar de te enganares nas mensagens que, afinal, não eram pra mim...
;)

mood disse...

Ainda hoje falava sobre isso com uma amiga. Os amigos são a nossa âncora...interlocutores nas memórias, nas preocupações, nos sofrimentos, nas alegrias partilhadas, no crescimento, na descoberta. Os amigos são uma espécie de amor...um grande amor que se conquista para toda a vida. E quem os tem, e dos bons tem maior garantia de viver uma vida mais plena e intensa. Bonita homenagem Sandro.
Obrigada por te ter. Obrigada por me aturares.
Beijo bom meu (querido) amigo