15.4.05

Certezas?...

“Já não a amo, é verdade.
Mas talvez a ame ainda.
É tão breve o amor, é tão longo o esquecimento…”
(Pablo Neruda)



Imagino-me de olhos fechados…
A olhar-te.
Imagino-me surdo, transportado pelo teu ser…
A escutar-te.
Imagino-me sozinho, rodeado de gente e a sentir-te em mim…
Abandonado.
Imagino-me em sonhos, enamorado dos teus lábios…
Acordado.
Imagino-me sem fôlego, a pedir que me toques…
Inerte.
Imagino-te a beijares-me, apaixonadamente…
Repete...

24 comentários:

Andreia disse...

É difícil resistir quando se quer cair em tentação...mesmo que seja só na nossa cabeça que exista espaço para a paixão acontecer...

e vai daí...o que percebo eu disto? :)

Plimstar (Carlos Filipe) disse...

Escreves coisas sentidas e fantasticas. Revejo-me, frequentemente, nas tuas palavras. És como um espelho de muitas almas, que não se sabem expressar...

Mas promete: tentarás ser feliz tambem...

Abraço

maria santos disse...

vais encontrar...beijo

Ritinha disse...

Revivemos sempre na nossa cabeça, nos sonhos sonhos, no nosso íntimo o que queríamos que o corpo revivesse... eu sei!
Quando passará?

mad disse...

Ascoisas só acontecem se as desejarmos muito muito.
beijinho Sandro.

FDC disse...

é como digo... nem tudo é linear :)
mas ... "e vai daí...o que percebo eu disto? :)"

:)

insoy.blogspot

mood disse...

Que longo que é um esquecimento assim...

Muito bonito. Gosto quando escreves sobre essas fantasias.

Beijo grande

Mikado disse...

É tão ténue o que divide o ainda amarmos e a simples saudade desse amor mas repete...o amor, com a mesma ou com outra pessoa.
Fica bem

Gaivota disse...

Não repitas... A repetição continua torna-se monotona.

Volta... Renova... Recomeça... Ama de novo... Faz tudo como se nunca tivesses feito, para sentires o gosto do primeiro beijo.

beijo

H. disse...

lindo... do Neruda ao Repete... amei!

Vera Cymbron disse...

Quem as tem? E eu imagino-te...
Jinhos grandes.

andreia disse...

http://www.icicom.up.pt/blog/muitaletra/

paula. disse...

Ó Sandrinho...gostei tanto deste teu post. Sinceramente. Fiquei com um sorriso terno e quase triste por saber que é mesmo assim...
"repetir-te" foi uma palavra que usei num post ha uns tempos atrás e ao ler isto ...enfim...
um beijinho em ti.

longo é o esquecimento...
paula.
reciprocidades.blogsopt.com

Juiz Árbitro disse...

Este blog estará a votos a partir de hoje "na blogosfera".
Boa sorte.

Anónimo disse...

custa tanto so imaginar e n poder tornar real... abraço!

o rapaz que pensava que o mundo era redondo disse...

custa tanto so imaginar e n poder tornar real... abraço!

Lana disse...

é duro imaginar e ficar só por aí...
enfim.. **

Margarida V disse...

olá

adorei o poema e o teu blog.
se quiseres que ponha o teu link no meu blog diz-me qq coisa
adorei!!

Sandro disse...

a_gata: é muito difícil resistir... muito mesmo!

plimstar: obrigada pelas tuas palavras. E não prometo tentar ser feliz, prometo que o vou ser mesmo.
Abraço

maria santos: ou (re)encontrar... beijo

ritinha: não tem de passar... podemos em vez de reviver, vivê-los mesmo. Correr atrás, ir à luta...
Sabes que até resulta? :-)
Beijo bom

Sandro disse...

mad: nisso tens toda a razão. e não há nada que eu deseje mais... beijo grande (estamos os 2 a votos, hein?)

fdc: se fosse tudo muito linear, deixava de ser tudo tão saboroso...

mood: que fantasias amiguinha? nada podia ser mais real... mas há sempre problemas. beijo

susanat: Realmente é um fio muito ténue, entre uma coisa e a outra. Mas é preciso certezas, e não ter medo de arriscar. :-) como tu sabes...

Sandro disse...

gaivota: é aí que se baseia a minha o meu repete... é repetir o amor, não repetir a fórmula de amar. é renovar, inovar, nascer de novo... Gostei. Beijo

lost in space: obrigada.

blue: imaginas-me... como?

andreia: http://insoniaseafins.blogspot.com (??!!)

Sandro disse...

paula: :-) é estranho o prazer que nos dá quando alguém diz gostar de algo que escrevemos. mas gostei que gostasses. :-)
Beijo grande

juiz: gracias cumpadre

rapaz: engraçado como o teu anonimato é sempre temporário :-)
E se eu te disser que, como disse a mad, querendo com muita força, acaba por acontecer?...
Abraço

Sandro disse...

lana: não fiquemos só por aí... ;-)

margarida: ainda bem que gostaste. Bem vinda... Mas só tu sabes se queres por o meu link ou não no teu "espaço"... Beijo

Corpos e almas disse...

E não é que o Neruda tem toda a razão?

Gostei de vir aqui parar... :-)