22.4.05

Fazes-me sentir coisas que não percebo…
Não me deixas perceber coisas que sinto…
No meio do quanto me complicas,
Quem sou eu?
Pedes-me desculpa… De quê?
Não sabes… nem interessa tão pouco…
Viste-me chorar, e queres prazer.
Então pedes-me desculpa…
Que sou eu para ti?
Um pôr-do-sol despreocupado?
Um último copo antes de ires para casa?
Uma pedra no teu caminho, que mesmo sabendo
que vais jogar fora, pegas primeiro para contemplar!
Diz-me… O que sou eu para ti?
Um prémio? Um troféu para mostrares?
- Não o amo… mas tenho-o! É meu!
- de mais ninguém…

O mal que me fazes mata-me aos poucos…
E continuo sem perceber… como é que ainda te sinto?!




Damien Rice - "Lonelly" (Demo Original)

20 comentários:

CA disse...

Sentes, porque és grande e sensível.
Aquilo que dizes não perceber é amor, paixão,...?
Dói, mas é bom que exista. E um dia deixará de doer. Não te deixes morrer...
Beijos.

Anónimo disse...

"Acende alecrins
Na ponta dos meus dedos
E eu resvalo corpo afora
Desflorando os teus segredos. "

Beijinho grande
www.lbutterfly.blogs.sapo.pt
PS.: ... pedaço do meu "perdidamente" o que vem todas as manhãs

Andreia disse...

[NOW YOU SEE
YOU FEEL ME WHEN I'M BREATHING
BUT YOU, YOU'RE NOT HERE
WHEN LIFE ISN'T EASY
NOW YOU SEE
YOU FEEL ME WHEN I'M BREATHING
BUT YOU'RE GONE, CAN'T BE HERE
HERE WITH ME]

Excerto da Breathing dos Die Happy que anda na minha playlist agora e achei adequado...

Um passo de cada vez Sandro :).
Ainda anteontem me disseram que quanto mais se pensa nas coisas mais complexas elas nos parecem. Mais vale deixares a tua intuição falar. Se realmente vês que estás infeliz, por muito que custe, mais vale ou falares com a pessoa sobre isso ou realmente entenderes o que é melhor para ti.
Beijo grande :)

Ninagasol disse...

Deixa que a areia da praia
Se entranhe em todos os teus poros
Permite que o sal do mar
Se confunda com o teu sangue
Concede ao por de sol
Que te aqueça suavemente a pele...
...
E talvez vejas o verdadeiro amor
Surgir na espuma branca duma onda...

Tem um bom fim de semana.
Beijos

Ana D disse...

O q dizer ??? Amei teus textos e teu blog...Emocional demais..Li numa ansia, a devorar como a um bom livro,sem parar rsrs...Volto para ler mais..Lindo..
Beijo
Ana D

mood disse...

...que gosto muito de ti,

é a única coisa que me apetece e consigo dizer depois de ler este post.

Beijo bom

Nilson Barcelli disse...

Estive a ver o teu blog, que gostei, e acabei de votar em ti.
O 1º lugar já está muito perto...
Abraço.

carlag disse...

Podes estar farto de tudo, mas nunca te afastas. Porque é mais forte que tu.
Não permitas que te magoem...

Vera Cymbron disse...

Há corações grandes o teu é um deles!
Jinhos

paula. disse...

Sandro, antes de mais nada venho agradecer os braços que me emprestavas para diminuir a minha dor naquele momento ...
Mas pelo que leio é a minha vez de te oferecer os meus braços amigos também.
Menino, a vida é curta, não te vás abaixo :-)
Um beijinho
paula.

Arroz de Estragão disse...

Sandro, SHAKE IT OUT!

Não faças como o caranguejo, que a vida é sempre em frente! ;-)

Cumprimentos.

Dora disse...

Ora bem, mesmo não sabendo de nenhuns pormenores do que falas apetece-me dizer que para "ela" tu existes, és um homem que ela muito respeita e estima. Talvez não saiba ainda demonstrar esses sentimentos, há pessoas assim...Tenta conversar com ela, Sandro...
Um bom fim de semana :-)

H. disse...

nunca te deixes usar. nunca deixes que ela te trate com tudo menos com o amor que precisas. se é assim então sofres. e quando é certo não será assim.
força, coragem e boa sorte.
espero q esta sensação q aqui deixaste expressa dê lugar a outra melhor... *
um beijo

Ritinha disse...

Querido Sandro,
Essa é uma posição que não podemos dar ao luxo de aceitar. Talvez seja uma doce ilusão, com laivos de sonhos e esperanças irrecusáveis... mas tão vãs como uma lágrima de amor por quem não nos ama!!!
Beijo grande

ChuvaNegra disse...

Faz como eu: ...deixar mas só até certo ponto. Há uma altura em que é preciso dizer: "BASTA"!!!

BlueShell disse...

Abandonaste-me?
Cuidado...não te quero ver ferido, de novo. Um jinho GANDE de bom fds
BShell

Sandro disse...

ca: Morrer nunca... Pelo menos não de amor, não acredito nisso.
Acho que o amor não nos mata, cabe-nos a nós que este se renove.
Beijo

lbutterfly: gostei...
Um beijo

a_gata: é bem verdade... por vezes o problema é pensarmos demais nas coisas.
mas neste momento estou feliz...
:-)
Um beijo.

ninagasol: Praia... mar... sol...
Das coisas que mais gosto!
Espero estar de olhos abertos quando o amor chegar.
Beijo

ana d: UAU!
Obrigada pelas palavras e pela preferência.
Volta sim... Um beijo

Sandro disse...

mood: também gosto muito de ti.
mas isso sabes.
Beijo grande

nilson: obrigada pelo voto.
Mas importante é teres gostado do blog...
Abraço

carlag: é mais forte que eu é... sem duvida que é!
Mas também é algo que ainda quero muito, e em que acredito.

blue: Grande?...
do tamanho do mundo, ou apenas deste meu quarto...
ou... igual ao teu...
Beijo


Paula: Não vou abaixo não...
E os meus braços estão sempre aqui sim... é só chamares.
Obrigada pela força.
Um beijo

Sandro disse...

arroz: I WILL MY FRIEND, I WILL!
:-)
Abraço

dora: Sim... há-de ser isso se Deus quiser. E que me ame além do respeito e da estima que me tem...
:-)
Obrigada

lost in space: Não me deixo usar não..
Mas também não controlo o que sinto, nem me iludo nesse sentido.
Obrigada.
Beijo

ritinha: Mas talvez não seja tudo tão linear também...
talvez o que seja a minha maneira de mostrar amor, não seja a mesma dela.
esses "talvez" todos é que nos lixam!
Beijão

chuvanegra: Espero nunca chegar a tanto... espero...

blueshell: abandonei-te??!!
como assim?

Lana disse...

Gostei do texto mas principalmente das 2 1ºs frases... :)
ah...e
adoro, adoro, adoro, e adoro Damien :)