14.2.05

Quero

Gostava de te olhar como se todo eu
Fosse olhos
Gostava de te tocar como se todo eu
Fosse mãos
Adorava beijar-te como se todo eu
Fosse paixão
Fazer amor contigo como se todo eu
Fosse desejo

Queria sentir-te ao olhar-te…
Amar-te num beijo…

16 comentários:

CA disse...

Bonita declaração de amor...
Beijo.

Mikado disse...

Ao olhares-me com os teus olhos,
ao tocares-me com as tuas mãos,
ao beijares-me com a tua paixão,
ao amares-me com o teu desejo,
o todo de ti será o todo de mim
em cada fracção de tempo,
em que o tempo deixa de ser tempo,
tu e eu seremos um só olhar,
um só beijo.

Andreia disse...

...e é por isso que não dá para resistir.
No meu pensamento está o teu retrato, a maneira como só tu me olhas (que não é olhar, é perscrutar a alma), a maneira como o teu toque, num simples roçar de braços, me arrepia...
Como eu desejo sentir o teu beijo, quente como só tu sabes ser...*

(ou devaneios que as palavars do Sandro me põem a pensar :))

maria santos disse...

e o que sentes quando percebes os desejo que as tuas palavras acordam nos outros? ;) beijo num simples beijo...

nikonman disse...

Uma verdadeira e intensa declaração de amor.
Gostei de ler.

fairy_morgaine disse...

ninguém canta o amor como tu :*

Gaivota disse...

Queria só que a tua voz, num dia que não é dia, tivesse a bondade de me encher os ouvidos de ti.
Percebes?

Um beijo*

mood disse...

..pudesse ser beijo
e todo eu seria a humidade da tua boca
para nunca mais dela me separar.
Quero-te como se...
mesmo o todo de mim
ainda assim
não fosse suficiente para te amar



(desculpa, não me contive)
Muito bonito...como sempre. Bonito e intenso.
bjo grande

Ritinha disse...

Sandro... sim senhor.
As tuas palavras estão a despertar as mais profundas emoções.
Beijos grandes

Ninagasol disse...

...
:))
**

Anónimo disse...

Sabes o que dizes e pensas nisso, pensas com o coração e sabes disso...
Falas de Amor como poucos sabem falar, escreves aquilo que gostava de conseguir dizer...
Transmites o que muitos não têm a certeza de sentir...
As tua palavras valem ouro.

Parabéns Sandro.

Sandro disse...

Nunca pensei que este texto fosse ter este feed back... obrigada!

CA: Acho que todas as declarações de amor são bonitas. Beijo

SusanaT: palavras para quê? Obrigada pelas tuas. Beijo

a_gata: Adoro os devaneios que as minhas palavras te provocam... Principalmente quando puxam de ti essas palavras que me deixaste! Não resistas...

maria santos: Não sei o que sinto, apenas que é estranho... mas não será bem desejo... acho eu! Beijo

nikonman: obrigada amigo de Beja. Abraço grande

fairy_morgaine: é o que me resta neste momento... Cantar o amor! Beijo

Sandro disse...

Gaivota: A minha voz sussura-te ao ouvido sempre que precisares se alguém que te diga, em forma de conforto: -Está tudo bem... Vai ficar tudo bem... *

Joana: não te contenhas nunca, se o resultado for este... Beijo amiga

Ritinha: Exacto. Acho que elas despertam mais emoções que desejo, como disseram antes! As emoções andam normalmente à flor da pele, e qualquer coisa serve para (re)acender o rastilho. Um beijo

Nina: ...
:*

Anónimo: Quem és tu?
Neste momento a tua identidade é que vale ouro... :-)
Obrigada pelo que dizes. E o que transmito é o que EU sinto... não me vejo como espelho dos outros... Temos de saber sentir por nós, e mais que tudo, saber mostrá-lo.

Gaivota disse...

Sandro, precisamos sempre dessa voz, desse apoio...

Hoje não te deixo um beijo, porque a minha boca está mais para as palavras, para os desabafos...

Hoje ficas com um abraço. Apertado. Em forma de conforto

Caliope disse...

Eu deste gostei! Muito!!!
Beijo

Sandro disse...

gaivota: quer me deixes um beijo, um abraço, ou mesmo apenas as tuas palavras... Penso sempre que fico com o melhor de ti!
Beijo bom

Caliope: Ainda bem que gostaste. Nunca pensei que fosse tão importante que outros gostassem do que escrevo. :-)
Beijo grande