4.2.05

Delírios D'Amores

"Amar alguém que não nos quer...
é atirar uma seta que faz ricochete e se espeta no nosso peito...
É morrer!"



retirei esta frase (não sei se está fiel ao original) de uma peça de teatro que vi ontem, "Delirios D'Amores", de Gil Vicente. Aconselho, a peça é excelente, e Gil Vicente escreve de Amor como ninguém.


14 comentários:

Filipa disse...

Tu também... :)))

Anónimo disse...

É bem verdade esta frase....

http://cem-ideias.blogspot.com

Anónimo disse...

Também gostei muito dessa peça, e que coincidência também vi essa peça ontem.... ;)
Beio doce...
Martinha

Pikas disse...

Uma frase que em pouco diz bastante :) Gostei da frase, sobretudo do blog! :)
Só um aparte, é mesmo "riconhete" ou será "ricochete"?

Sandro disse...

Filipa: Obrigada por pensares dessa maneira!

Cem-Idéias: É bem verdade sim, mas por vezes é dificil não lançar a seta! Os nosso olhos cegam-nos aos olhos dos outros. Apenas vê-mos o que queremos ver...

Martinha: Estavas? Que coincidência! :)

Pikas: Acho que é uma estreia, não é?
Ainda bem que gostaste do "espaço". E tinhas razão, já corrigi... :)

Andreia disse...

Gostei da frase...é verdade...Mas às vezes é preciso não ter medo de atirar a seta, mesmo sabendo que podemos ficar feridos. :)

AmigaTeatro disse...

"Amar alguém que não nos quer...
é atirar uma seta que faz ricochete e se espeta no nosso peito...
É morrer!"

... fico no silêncio.

Gaivota disse...

Estarei, eu, já morta?

Ritinha disse...

Lembra-me que tenho que ir ver essa peça.
Beijo grande

Caliope disse...

Isso não é amor.....
:-)

mood disse...

O bonito das peças clássicas é o facto de explorarem experiências universais. Quem não passou por isso já! Engraçado, a sensação é mesmo essa não é?
Por isso é que é mais aconselhável para a saúde morrer de amores a dois. Além de que é muito mais delicioso.
Continua a trazer um bocadinho das peças que vês. Gosto muito.
Beijo

Roxanne disse...

oi Sandro, frase eterna esta...fará sempre sentido. Beijinho

FDC disse...

terrivel verdade ! :|

Sandro disse...

A Gata: Por vezes é preciso atirar a seta com a noção de que nos podemos ferir... Tendo essa noção, cabe-nos a nós decidir se atiramos ou não... se vale a pena mesmo... Beijo

Amiga Teatro: partilho o teu silêncio...

Gaivota: De certeza que não... Estás ainda no princípio de uma vida...

Ritinha: TENS DE IR VER ESTA PEÇA!
Pronto... lembrado! ;-) Beijo

Caliope: E o que é amor, então?

Joana: O segredo está em arranjar quem morra de amores connosco...

Roxanne: Beijo bom. a frase faz sentido... o amor é que não...

FDC: :) não convém desistir...