25.12.04

O Natal!

Detesto as frases da prache que se usam nesta época.
Coisas do tipo :
-Natal é quando o Homem quiser;
-Natal é todos os dias;
-etc,etc.
Penso que, principalmente nos dias que correm, temos de por a mão na consciência e admitir que não é assim... Natal não é todos os dias, e muito menos é quando o Homem quer.
Quanto mais, poderá ser quando o Homem se lembra, e mesmo assim...
Eu não tenho qualquer problema em admitir, que é nesta época, que ganho uma conscienlização diferente das coisas. Dos problemas dos outros. Das dificuldades de muitos.
Admito que nesta época do ano, é quando fico mais sensível aos que não têm... aos que não podem...
Não será cinismo da nossa parte, uma vez que nunca o fazemos, virmos dizer que Natal é sempre?!
Para mim é! E é no Natal, o verdadeiro Natal, que me torno mais solidário, que me lembro dos que não são tão afortunados como eu... E sim, posso dizer que deveria ser assim todo o ano, MAS NÃO È!
E se nesta época, em consciência, me dou mais, e estou mais aberto a esses problemas que nos assomam, isso sim, o ano todo, então porquê escondê-lo?
Nesta época procuro ajudar mais, estar mais disponível, tomar eu a iniciativa de ajudar, sem ser procurado.
No resto do ano, admito que apenas me lembro de ajudar, quando vejo o Banco Alimentar Contra a Fome, numa superfície comercial qualquer, e aí sim, participo nas campanhas deles, ou quando dou a volta à roupa que já não uso, e a levo à Cruz Vermelha, ou a outra instituição de caridade.
Quanto ao forro pessoal, considero o Natal uma época um pouco triste, mas se me perguntarem porquê, não sei dizer...
Que estranho! Não sei mesmo!!
E ainda ontem, na minha consoada, me diverti imenso, adorei estar com a família, comeu-se o bacalhau cozido, os sonhos e as rabanadas... pouco depois da meia-noite lá apareceram 2 Pai-Natal (mãe, estavas óptima), e distribuiram as prendas... Isto para mim é o ponto alto do Natal!
E saber que ainda esta semana chegou um elemento novo à família, saber que em breve chegará outro, que a minha irmã se casa este ano que entra agora...
Natal pra mim é isto... Família!
E a melhor prenda de todas, foi ontem... quando estava quase a bater a meia-noite... e vemos entrar pela porta os meus tios, que por motivos de saúde de outra pessoa, não eram suposto vir ter connosco... Tal foi a emoção, que as prendas começaram a ser distribuidas um pouco mais tarde que a meia-noite habitual... e que bom que foi!!

FELIZ NATAL!

11 comentários:

Cris disse...

Concordo inteiramente com voce...Nesta época também que fico mais sensível a tudo..aos que nada têm, aos doentes, aos pais que já vão ficando velhos e .... tristes...

Guida disse...

e é tão bom quando o espírito nos une, quando os mais pequenos ficam com a boca aberta a olhar para o pai natal. (Mana também és optima! ) ;)

Um natal assim vale a pena !
Boa :)

Beijinho**

mood disse...

E não é mesmo SÓ isso que interessa? o estar com as pessoas que são importantes, apreciar as pequeninas coisas que vivemos com elas; o sentir que não andamos só aqui a gastar oxigénio mas que a nossa vida tem mesmo impacto noutros...basta tentarmos.
Respeito muito isso...

Beijo grande grande
Jo

Andreia disse...

Estive a ler um bocado do teu blog...gostei bastante do que escreves e até me cheguei a rever em algumas situações...
Fiquei curiosa :)

Beijinhos, keep up the good work

Anónimo disse...

Subscrevo literalmente!
Beijinho grande

Sónia

www.lbutterfly.blogs.sapo.pt

Confessionário disse...

CONFESSO que partilho algumas ideias, e outras nem por isso... Natal tem muita coisa boa e tem muita coisa deturpada...por nós, homens...
Continua, e...Aparece pelo meu confessionário: eupadre.blogspot.com

Caliope disse...

O Natal perdeu muito do seu significado.
Mas pelo que pude ler, penso que serviu (o que já é muito, muito bom) para tomares consciência de mais um pedacinho de ti
:-)* Beijinho

Anónimo disse...

Por todas estas tuas palavras, concordo ainda mais com o que Ary dos Santos disse, que o Natal é quando um Homem quiser. O teu Natal foi na altura em que todos convencionalmente o comemoram, mas para outros, o Natal pode ser noutra altura, na altura em que cada um quiser e estiver disponível para dar amor ao próximo...E nem que seja apenas uma vez no ano que o Natal brote em nós, já valeu a pena, pq nos fez olhar para além do nosso umbigo!
Beijos,
SusanaT

mad disse...

Desejo-te tudo de bom.
AS MAIORES FELICIDADES DO MUNDO.

darkman disse...

olá Sandro, vim aqui ter saltando de blog em blog. compreendo perfeitamente td o que dizes...** Natal muitas vezes nem é na época natalicia, quanto mais todos os dias...

ashistorias.blogspot.com
ospensamentos.blogspot.com

Maria Branco disse...

Querido Sandro, Um beijo grande para ti, e para os novos mebros da tua familia! Desejo que o teu ano de 2005 seja um ano de concretizações, que ele te traga tudo o que mais desejas ... que sejas muito feliz! Muitos beijos