20.12.04

...



Pedras ensinaram-me a voar...
O amor ensinou-me a mentir...
A vida ensinou-me a morrer...
A coragem ensinou-me a ter medo...

E tu...
Tu ensinaste-me a viver... sem pedras... a vida... com coragem...
É tão fácil amar-te!

11 comentários:

CA disse...

Fácil...é gostar do que tu escreves e sorrir, porque é bonito.
Beijo.

Paula disse...

Cuidado que, quem mais nos ensina, menos nos aprende!

Ba disse...

As tuas insónias devem ser das mais frutuosas que já vi até hoje...!

Ritinha disse...

Novo laivo de esperança ou delírio?
De qualquer modo, beijo grande.

pedra disse...

O meu comentário não se destina só a este post mas também aos anteriores. Além de gostar imenso do que escreves e como escreves, sem me atrever a "meter-me"
num amor assim vivido, bebo as tuas palavras que em tempos faria minhas.

joãoGonçalo disse...

tão bonito!...

Marta disse...

Que este sentimento bonito permanece em ti. Beijo

Ninagasol disse...

E o que escreves, ensina... a conseguir.
Será também fácil amar-te. ;)
Bom beijo.

Anónimo disse...

Não adies mais esse amor, tão grande em ti, tão grande que faz o amor parecer fácil!

Caliope disse...

O amor nunca é fácil...
Mas há esperança quando vemos que alguém pensa que é possível amar.
Inspira-nos :-)

robina disse...

Passei para te desejar um Feliz Natal :-)