17.10.06

Beijo...



Os dedos dela a tocarem-me os lábios...
Um beijo... outro...
Há lábios que fazem sentido juntos, só porque...
...só porque sim!
As mãos percorrem-me o corpo, o beijo colasse-me nos lábios... eu flutuo...
Perco-me no beijo dela.. no toque, no cheiro...
Aquela pele... a mesma de sempre, tal como me lembrava...
Suave... pedinte... senhora das minhas mãos...

Sabes?...
O que começa como mera brincadeira, leva-me a querer-te mais e mais...
Já não me assusta o quanto te quero.
Quero-te e pronto...
Estás aqui... vens solta, despida... chegas perto...
Mais... chega-te mais para te poder dizer ao ouvido, -“És linda!”... “linda...”
Perde-se um beijo entre as mãos que se agarram, entre a força com que se deseja o outro...
Um sorriso... desvias-me a boca... recusas o beijo...
Depois voltas e prendes-me nos teus dentes enquanto me mordes o lábio...
Paro e pergunto-te baixinho:
-“como é que bate o teu coração?... como fazes para respirar?... “
...
Num último fôlego roubo-te mais um beijo, entrego-te tudo o que sou... o que desejo...
...”roubas-me o ar...”

9 comentários:

Mikado disse...

De que vale a pena dar um beijo se não for para roubar a respiração!
Tenho a certeza que estes teus beijos serão eternos...
Bjs de quem muito te gosta

mood disse...

Posts de atrapalhar a respiração...

fairy_morgaine disse...

talvez um dia ainda alguém me escreva algo assim... dizem que palavras leva-as o vento.. mas eu discordo veementemente. um beijo imenso

Xuinha Foguetão disse...

Uauuuuuuuuu

Alequites disse...

Sabes?
Adoro todas as palavras escritas por ti.
Beijo

happiness...moreorless disse...

beijar é das melhores coisas do mundo, e entao assim...com tanta paixão como tu descreves!
adorei...como aliás, adoro sempre quando te venho ler!

um beijinho

Saramar disse...

Que poema delicioso!
Seus versos contam uma história que vai se tornando imensa na beleza e na doçura.
É lindo!

beijos

Barricadas disse...

Lindo, lindo... Vou voltar, muitas vezes. E, já agora, não trave esse talento...
Vénias

Loveslaves disse...

Até arrepia! Lindo!