6.5.08

Perdido...





Perdi-me no movimento descendente do teu corpo...
no tempo que levaste a encontrar o meu, já deitado, à tua espera...
Perdi-me no cheiro com que encheste o quarto... no teu ondular enquanto secavas o último molhado que restava do banho de onde tinhas acabado de sair...
Perdi-me no toque leve com que me encontraste, no beijo com que percorreste o meu peito...
Perdi-me na violência com que colaste o teu corpo ao meu, no verde dos teus olhos enquanto descrevias o teu desejo...
...
Perdi-me em tudo... encontrei-me em ti!

6 comentários:

MirMorena disse...

Bom amar, né?...em todas as formas...lindo seu sentir
Adorei

Feliz dia

Joaninha a voar disse...

Com este amor todo, percebem-se as insónias :)

Avestitza disse...

Sou nova por estas bandas, mas este é um dos poucos blogs que leio e sem duvida um dos que mais gosto.
Não resisto não passar aqui.
Continua assim.....

Sofia

Marta disse...

gosto quando te perdes no verde dos meus olhos... :))))

Viola De Lesseps disse...

Será que amamos sempre demais?Será que não há um nivel q.b.?
Vou ver se encontro as respostas...:)

Beijos

Nucha disse...

Ups... acho que não vou ler mais LOL

(Um beijinho a tapar os olhos) ;)