26.10.07

(IN) sanidade?!

Hoje andei de metro!
Algo que não fazia já vai para algum tempo. Sou daqueles meninos armados em finos, que vão de rabo tremido para todo o lado. Mas hoje andei de metro...
Ao passar a 3ª estação, eis que entra uma daquelas figuras míticas da nossa Lisboa, "o maluquinho".
Não, este não andava a pedir, este.. andava de metro!
Faz-se um burburinho, e vejo nos olhos das pessoas, que todos receavam que a dita personagem se acomodasse perto deles. Sentou-se mesmo à minha frente...
A personagem, falava sozinho, ria-se, respondia a ele mesmo, nunca num tom de voz alto, mas no tom certo, e ia falando e falando, num português fluente e num diálogo aberto e que, para ele pelo menos, fazia todo o sentido...
As pessoas olhavam ainda de lado, todas no seu mundinho e a fazer os seus juízos de valor...
E ali, à minha frente, no metro das 8:30 da manhã... tinha a única pessoa bem disposta, feliz, de sorriso aberto... e acompanhada! Todos nós, "os outros", "os normais", seguíamos pintados a cinzento e sozinhos... sem ninguém com quem falar!
Senti-lhe inveja.
Quando chegou a minha vez de sair, sorri e disse-lhe "bom dia!"
Não me respondeu e olhou-me desconfiado. Imagino na cabeça dele: -"Então mas.. eles falam?!?!"

3 comentários:

morango disse...

Agora que ando numa de "viciada" no photoshop fiz logo a fotografia. O interior de uma carruagem de metro a preto e branco, e apenas o "maluquinho" a cores.
Descreveste na perfeição.

Bom dia!

Bjs

Martinha disse...

"São os loucos de Lisboa
que nos fazem duvidar
a terra gira ao contrário
e os rios nascem do mar..."

maluko disse...

Devias era ter dito esse bom dia, quando ele se sentou. Fazê-lo ao saír deixou-te a salvo de qualquer reacção! Muito fácil :-)