3.2.10

Para quem foi(r)

Tenho-te saudade...
Tenho-te na falta que me fazes...
Tenho um cheiro, que mesmo ténue, me lembra a tua presença.
...
Queria ser alguém melhor. Um abrigo do teu coração... da chuva que te molha...
No futuro?... Tu!
Mesmo que acabe, que eu tenha de jurar que não quero mais ficar... No futuro tu!
Mesmo que não pertença mais ao mundo que foi desenhado para nós, esse amor é nosso.
E esse desenho somos nós.
E esse nós...
É onde te tenho saudade.
Onde te tenho na falta que me fazes.

3 comentários:

Ana, dona do café disse...

saudades...tão boas e tão más ao mesmo tempo.
A*

Aleisa disse...

Lindissimo...

Bru disse...

encontador e mágico. estás de parabéns. visite-me que será bem vindo.