18.3.09

Sua anormalidade... O PAPA!

O Papa foi a África... (espera... maiusculas porquê?!?!?)
O papa foi a África.
... não... ainda não...
O papa foi a África! ISSO!!!!






















Numa conferência de imprensa, sem ter, penso eu, qualquer atenção quanto ao continente em que estava, e mais, sem ter em consideração quais os problemas que assolam esse mesmo continente, o homemzinho resolve dizer simplesmente algo como isto:

"que o uso do preservativo não só não ajuda a resolver o problema da SIDA, como aumenta a dimensão do problema"

Alguém com a projecção deste homem, devia ter mais cuidado com o que diz, ONDE o diz, e a QUEM o diz. Num continente em que os casos de pessoas infectadas com o vírus do HIV aumenta de dia para dia, em que sem qualquer controle de natalidade, existem famílias com 10 e mais filhos, alguns nascendo já com a doença, dizer algo desta dimensão é... vá... ESTÚPIDO!
Exige-se mais responsabilidade, ou sentido dela... exige-se mais cuidado, mais tino na lingua...
Exige-se que estes assuntos sejam tratados com a seriedade que merecem, e que as pessoas sejam informadas e não desinformadas acerca dos mesmos.

E exige-se que alguém se insurja, que diga alguma coisa... porque eu fazê-lo, aqui, é pouco!

12 comentários:

Joana disse...

A Igreja tem tido o dom de cometer as maiores atrocidades com a Humanidade. Não há defesa nem simpatia possíveis

Paula disse...

...um Papa nazi...o que esperar...!!

happiness...moreorless disse...

Também fiquei revoltada

Viola De Lesseps disse...

Esse "sr." não sabe mesmo o que diz...o que me choca mais é ainda haver pessoas que veneram a Igreja Católica e todos os seus "senhores". Enfim...

Bjoca

nuvem disse...

De facto é escandaloso.
Onde iremos parar...

Anónimo disse...

Este homem chamado Papa não tras nenhum benefício para a sociedade, aliás a igreja catolica nunca foi de ajudar à ninguém, não conheço nenhum programa social criado por esta instituição, benífica à população. Na minha opinião este religioso que vive no luxo, só sereve prá da opinião onde não cabe-lhe e muitas das vezes atrapalhado os orgãos competentes de ralizar suas fuções necessárias.

geoberto disse...

realmente e presiso temos mais amor proximo alguns so falam mas nao entra em açao

Lundi Montag Allamistakeo disse...

Não sou católico , na verdade não sou nenhum pouco religioso , mas a igreja católica tem sim ajudado a humanidade , imagina-se que quando as civilizações nórdicas desceram quebrando o pau em Roma , foi a Igreja quem os fêz parar , e desta forma nossa civilização existe hoje.A igreja católica mantém hoje milhares de missões na África ,e como organização politica devemos lembrar que nem sempre o lider representa a vontade de todos nela envolvidos.

Se assim formos pensar os lideres judeus tambem não dão nenhum exemplo de humanidade ao massacrar a população palestina , alguns lideres extremistas islâmicos tambem não perdem muito em questão de crueldade...e isto se nõa tocar-mos no assunto de muitas ONG's que se utilizam de sua aparencia de 'good news' para ganhar dinheiro testando novos medicamentos e afins em nome das grandes industrias farmacêuticas..

O papa realmente foi radical ao expressar sua opnião , porém devemos enxergar como é apenas uma opnião..da mesma forma que alguns recebem com um sorrizo o fato demilionário ou politico de alto escalão ser morto.

Meu blog
http://contemporanyword.blogspot.com/

Valdomiro disse...

Sr. Lundi
Vc foi muito feliz em postar seu comentario. Dentre os que postaram não ví outra pessoa com uma fé maior que a sua no Cristianismo e em desfesa do projeto de Deus.
Será que algumas pessoas conhecem de onde vieram as Universidades; as Santas Casas de Misericordia e muitos outros grandes projetos implantados em todo mundo?
Falar por falar é fácil, porém realmente conhecer e reconhecer de quem se fala, é um pouco mais difícil.
Sou Católico e felíz por ser livre para as minhas escolhas conscientes no projeto de Deus.
A Paz de Jesus.

maya disse...

essas pessoas não tem o que comer men o q beberrr.

Cosme disse...

as universidades, santa casa de misericordias e outros projetos afins que existem pelo mundo nao existe onde mais se faz nescessario. nao conheço nenhum projeto na africa e nem o senhor q se diz catolico. sr.valdomiro o continente africano nao precisa so de universidades santa casas ou outros projetos pelo mundo eles pecisam de comida,bebida e auxilio medico. a igreja evangelica em q frenquento realiza varios projetos missionarios na africa, mas é uma igreja pequena de bairro, mas cito isso para provar que pode se fazer algo sim! basta um pouco de coragem ,fe e boa vontade. q se minha igrejinha consegue imagina uma instituiçao com a igreja catolica nao faria se lhe fosse "rentavel", ops, viável!

Jansen disse...

Intrometendo-me aonde não fui chamada, gostaria de deixar aqui um fragmento da minha opinião sobre um assunto tão complexo.
Penso apenas que existem assuntos que não deveriam ser misturados com religião - saúde pública é um deles.
Eu não tenho religião, mas tento desenvolver o meu lado espiritual e não sou nenhuma cética. Respeito que opta por alguma instiuição religiosa, mas penso que esta é uma escolha pessoal e não deveria ser levada a todos os aspectos da vida. Digo isso por acreditar que as religiões(penso nas cristãs e muçulmanas principalmente) são extremamente dogmáticas e aplicar essa metodologia para a resolução de problemas práticos da humanidade limita demais as possibilidades.
Acho que a religião deveria servir para abrir cada vez mais os olhos das pessoas, não para cegá-las.