25.6.07

Rende-te a mim...
















Ao sabor que transporto em cada beijo que te dou...
À ternura na voz quando chamo o teu nome...

...a vida é rara!

Rende-te a mim...
Ao tempo que te dedico em cada noite juntos...
Ao amor que fazemos...

... o mundo corre tão depressa...

Rende-te a mim...
À percepção simples de que juntos tudo ganha sentido...
Ao meu corpo, órfão do teu...
Rende-te ao beijo, ao toque, à noite... ao amor!
...
Rende-te a mim...
... já rendido a ti!

13 comentários:

Branca disse...

Assim descrito,
acho que não foste só tu que te rendeste...
Quando outro ser partilha isso tudo contigo não é uma forma de te demonstrar que está contigo sempre...

Beijinhos e Boa Semana :)

happiness...moreorless disse...

=)
estou rendida às tuas palavras tão bonitas.

*****

Fofa disse...

A quem me falasse assim, eu dizia-lhe: enclausura-me em nós, algema-me a ti, leva-me presa!

Escreves com muito sentimento!
Gosto muito de passar neste teu canto...

Bjo fofo

INFORMANIACA disse...

adorei visitar o teu blog.
LC

Utzi disse...

Tu não me digas que ela ainda não se rendeu?... Com as belas palavras que tu escreves, duvido que resista muito mais :)

Beijinhos

pequenita disse...

Rendição da terna paixao...
kiss

Quando o teu Corpo e o meu...
www.pequenita.blogs.sapo.pt

Su disse...

rendi.me às palavras.......

jocas maradas

Sandra disse...

:)

hi sandro

vi tanta rendição q té eu me rendo :) ó pa mim de mãos no ar ;))

gostei do teu espaço :))

xinhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus pa tu da lua

nb - uma palavrinha á fofa: depois disso tudo deita as algemas fora ou perde as :))

Sandra disse...

nb2 - ah e tens um relógio ingual ó meu :)

Saramar disse...

REndo-me à beleza dos seus versos e a musa certamente se entregará a tão imenso amor.

Lindo demais!

beijos

delilah disse...

as vezes tenho saudades de me render .. acho que começo a ficar rendida
*

PM disse...

Rendido de facto às palavras que a tua pena liberta, primo. Vá, e aproveita esta maré de elogios que isto é coisa rara.
Abraço

martinha disse...

...rendi-me há muito... rendi-me para sempre...